Congresso de Guardas Municipais em Niterói reúne agentes de diversos estados brasileiros Imprimir

25/10/19 – O XXIX Congresso Nacional das Guardas Municipais encerrou sua programação nessa sexta-feira (25). O evento, que foi uma realização da Prefeitura de Niterói e do Conselho Nacional das Guardas Municipais do Brasil, teve a participação de mais de mil inscritos.

Durante dois dias, guardas municipais de diversos estados brasileiros trataram de assuntos como “As Guardas Municipais e o novo contexto da Segurança Pública”, “Avaliação, Monitoramento e o Uso de Indicadores em Segurança Pública”, tendo como o palestrante Luciano dos Santo Avelar, que é guarda civil municipal de Niterói e chefe do Observatório de Segurança Pública de Niterói.


"Niterói tem o Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) com o monitoramento e inteligência da guarda municipal. Realizamos um mapeamento da cidade e através de nossas estatísticas ajudamos as forças de segurança a elaborar suas estratégias operacionais. Avançamos cada vez mais em tecnologia em favor da segurança pública e ordenamento", observou Luciano Santos, coordenador do Observatório de Segurança de Niterói.

Outros temas abordados no Congresso foram “A inserção das Guardas Municipais na prevenção da violência contra a mulher” e “A Cadeia de custódia de locais de Crime: Sob o Prisma para as Guardas Municipais”. O objetivo do encontro foi a troca de experiências e de boas práticas que podem ser aplicadas no dia-a-dia dos guardas e na capacitação das corporações de todo o Brasil. Durante os intervalos das palestras e debates, os agentes tiveram a oportunidade de conhecer pontos turísticos, como o Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói, e prédios públicos da cidade.

A guarda municipal de Duque de Caxias, Kátia Elizabeth, não economizou elogios quando perguntada sobre a cidade e a Guarda Municipal de Niterói. Ela enfatizou que os debates foram de extrema importância para o crescimento profissional dos agentes.

“Niterói tem uma guarda municipal bem estruturada. Tenho muito respeito pelo trabalho que vem sendo realizado na cidade. Além disso, a recepção em Niterói é sempre fantástica e sempre recomendo que as pessoas visitem a cidade”, disse Kátia.

Já a guarda municipal Mônica Gomes, do estado de Pernambuco, contou que após a participação no congresso, deixará a cidade levando bastante conhecimento. Ela também fez questão de ressaltar as belezas naturais de Niterói.

“Nestes dois dias, foi possível a troca de experiências e discutir assuntos importantes para a corporação, como a questão da aposentadoria dos guardas municipais”, pontuou Mônica.

Durante o congresso, o Fórum Nacional Contra a Pirataria e Ilegalidade (FNCP) - maior associação brasileira com foco exclusivo no combate à ilegalidade – abordou a importância da integração das guardas civis com o executivo municipal para o combate ao comércio ilegal, pirataria e falsificação de produtos nas cidades do País.

O presidente do FNCP, Edson Vismona, afirmou que o trabalho conjunto entre Prefeitura e guarda civil é fundamental para o êxito de operações de apreensão. “A Prefeitura tem condições de caçar alvarás, verificar se as posturas municipais estão sendo respeitadas e se as licenças devidas estão sendo exercidas. Há uma extensa ação de competência da Prefeitura e, nesse sentido, o trabalho da guarda civil é fundamental para dar suporte a essas ações”, enfatizou Vismona.